CROBA – Conselho Regional de Odontologia da Bahia


Notícias


  • JUL
    02
    2019
  • Vitória da Conquista: Falso cirurgião-dentista é preso por exercício ilegal da profissão

    CRO-BA em parceria com a Policia Militar conduziu em flagrante, neste sábado (13), Jonivaldo Barros Porto, exercendo ilegalmente a profissão de cirurgião-dentista no município de Vitória da Conquista.






  • JUL
    02
    2019
  • inscrições para o Prêmio Nacional

    Estão abertas as inscrições para o Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal 2019 com novas categorias de concorrência. As inscrições devem ocorrer até dia 31 de julho, nos Conselhos Regionais de Odontologia (CROs). O prêmio reconhece e valoriza municípios brasileiros que se destacaram na implantação e efetivação das políticas públicas de saúde bucal no último ano.

    Os municípios que desejam concorrer devem encaminhar um ofício para o Conselho Regional de Odontologia (CRO), no estado, com o assunto “Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal 2019”, conforme prevê a Resolução 205/2019. A solicitação da inscrição deverá ser feita junto com a documentação exigida que comprove as ações do município em prol da saúde bucal.

    A primeira colocação das categorias recebe uma cadeira odontológica, com mochos e equipo para acionamento e controle de seringas tríplice, micromotores e turbinas; suctor para coleta de dejetos através de cuspideira/sugadores e refletor odontológico. Os municípios classificados do segundo ao quinto lugar receberão placas alusivas e os demais inscritos receberão certificado de participação.

     

    O que mudou?

    O prêmio passou por aperfeiçoamentos em seu edital e, neste ano, serão nove grupos para concorrer: (I) municípios com até 20.000 habitantes das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, contabilizando cinco grupos; (II) municípios entre 20.001 e 50.000 habitantes; (III) municípios entre 50.001 e 100.000 habitantes; (IV) municípios entre 100.001 e 500.000 habitantes e (V) os municípios com mais de 500.000 habitantes – que inclui o Distrito Federal.

     

    Como os municípios serão avaliados?

    A avaliação dos municípios inscritos acontece, primeiramente, por uma etapa estadual. Os primeiros lugares serão encaminhados pelos CROs ao CFO para a classificação em nível nacional por meio da Comissão de Políticas Públicas/Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal. Ainda no âmbito nacional, no grupo populacional com até 20.000 habitantes, os municípios serão classificados do primeiro ao quinto lugar por macrorregiões – Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Em cada macrorregião, os municípios concorrerão entre si, mas não concorrerão com outras macrorregiões.

    Cada município será classificado com os seguintes critérios: Financiamento em Saúde, Controle Social, Política Municipal de Saúde Bucal, Assistência Odontológica Básica, Assistência Odontológica Especializada, Promoção de Saúde Bucal, Vigilância em Saúde Bucal, Quadro de Pessoal Odontológico, Remuneração na Atenção Básica e Educação Permanente.

     

    Sobre o prêmio

    O prêmio foi instituído há 14 anos pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) para homenagear, anualmente, os municípios que mais investiram na implantação e efetivação de políticas públicas de saúde bucal.

    Em 2018, o prêmio foi reformulado por meio da Resolução CFO 191/2018 e passou a se denominar “Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal”. Neste ano, a premiação está prevista para acontecer no último trimestre e busca ampliar, ainda mais, o número de municípios participantes.






  • MAI
    02
    2019
  • CRO-BA solicita da ALBA a oficialização do Mês de Maio – como mês de prevenção e combate ao câncer de boca no Estado

    O Presidente do Conselho Regional de Odontologia, Dr. Marcel Arriaga, reuniu-se hoje (30) com membro titular da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia, Dep. Jacó, para tratar as demandas da odontologia no legislativo.

    A agenda propôs estabelecer o Mês de Maio como o mês oficial no Estado de Atenção e Prevenção Contra o Câncer de Boca. O Deputado Jacó, se colocou à disposição para colaborar com essa pauta de extrema importância e também propôs uma Audiência Pública para debater os dados e a notabilidade dessa data no Estado. Para além do Maio Vermelho, observou-se a necessidade de uma agenda positiva de trabalho entre o CRO-BA e a ALBA no intuito da construção de pautas legislativas, a fim de ampliar a assistência odontológica a população baiana.

    Na oportunidade, Dr. Marcel, destacou a importância do cirurgião-dentista no diagnóstico e nos cuidados necessários durante o tratamento oncológico, a integração de profissionais de diferentes especialidades e a qualidade de vida dos pacientes. O Projeto Maio Vermelho se propõe a ser um fórum permanente na Luta Contra o Câncer Bucal no Estado.